.

.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Americana lançará campanha Ano do Papagaio no Dia do Meio Ambiente


Fonte: Prefeitura Americana
Americana vai lançar, no dia 5 de junho, a Campanha 2016 é o "Ano do Papagaio", em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. O objetivo do Zoo Americana - Parque Ecológico "Engº Cid Almeida Franco" e da Secretaria de Meio Ambiente da prefeitura é sensibilizar as pessoas sobre os efeitos do tráfico de animais silvestres. A ação faz parte das atividades da Semana de Meio Ambiente, que será promovida na cidade de 30 de maio a 5 de junho.

No dia 5 de junho, das 8 às 12 horas, os visitantes do parque poderão participar das oficinas de E.V.A. (material emborrachado) e de pintura, no Núcleo de Educação Ambiental (NEA). Será montada a "Casa do Papagaio" na varanda do NEA, para a realização das atividades, com dois monitores da Educação Ambiental, além de três biólogos e dois veterinários.

Durante as atividades, será abordada a importância do combate ao tráfico de animais, usando o papagaio como foco. Haverá uma exposição de bicos, penas e papagaios taxidermizados, que são do acervo do zoológico. Os participantes também poderão visitar as dez espécies de papagaios do zoológico.

A campanha, desenvolvida pela Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB), em parceria com projetos de conservação de papagaios no Brasil, busca envolver a sociedade para reverter as principais ameaças que causam o declínio das populações de fauna. No caso dos papagaios, o comércio ilegal de animais é uma das principais ameaças, pois essas espécies são umas das mais procuradas para esse fim, segundo informações do Zoo Americana.

Papagaios pertencem à ordem dos Psittaciformes, o grupo de aves mais ameaçado do mundo. Eles são coloridos, possuem um bico extremamente forte, são muito fiéis (normalmente escolhem um parceiro para toda a vida) e, quando ensinados, conseguem repetir palavras. Devido a essas características, são alvos do tráfico de animais silvestres.

Infelizmente, os traficantes destroem ninhos, matam os adultos e pegam os filhotes para serem comercializados ilegalmente. São submetidos a condições precárias e, a cada dez papagaios retirados da natureza, nove acabam morrendo.

Além de conscientizar a população sobre o tráfico dos papagaios para que não compre aves provenientes dessa prática, a campanha também pretende abordar a problemática da perda de habitat, por conta da pressão nos ambientes naturais, principalmente na Mata Atlântica, bioma mais ameaçado do país.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...