Um feliz Natal para você

Um feliz Natal para você

sexta-feira, 28 de março de 2014

Seminário em Americana discute direitos da Mulher e lei Maria da Penha

Antonia Vicente Gomes, Diretora da Secretaria Geral do SEAAC AM e presidenta do CMDM, participou dia 26/03/14, na Câmara Municipal de Americana, de evento promovido pela Secretaria de Ação Social e Desenvolvimento Humano e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM). 

Na oportunidade a defensora pública, doutora Ana Rita Souza Prata, coordenadora auxiliar do Núcleo Especializado de Promoção dos Direitos da Mulher (NUDEM), abordou o tema Violência Doméstica e Lei Maria da Penha. Discorreu sobre gênero, cultura machista, discriminação das mulheres, a importância da distribuição de cotas, assédio etc. lembrou ainda que a lei foi uma conquista para as mulheres trazendo penalidades para os agressores e, propiciando um aumento das denúncias de violência doméstica praticada contra as mulheres. 

Antonia Vicente, lembrou da importância da participação dos homens nestes encontros e no dia a dia das mulheres, apoio fundamental mudar a realidade de todas. Gerações foram à luta e muito foi conquistado, pela força dos movimentos feministas, mas ainda existem muitos desafios pela frente. A lei Maria da Penha é um novo marco que encoraja as mulheres  a continuar sempre. 

Maioria acredita que mulher tem responsabilidade em casos de estupro, diz Ipea

Agência Brasil/Marcelo Brandão/Thaís Antonio
Pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - Ipea apontou que 58,5% dos entrevistados concordaram totalmente ou parcialmente com a frase "Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros". Em relação a essa pergunta, 35,3% concordaram totalmente, 23,2% parcialmente, 30,3% discordaram totalmente, 7,6% discordaram parcialmente e 2,6% se declararam neutros.

"Por trás da afirmação, está a noção de que os homens não conseguem controlar seus apetites sexuais; então, as mulheres que os provocam é que deveriam saber se comportar, e não os estupradores. A violência parece surgir, aqui, também, como uma correção. A mulher merece e deve ser estuprada para aprender a se comportar", dizem os pesquisadores.

Os pesquisadores também perguntaram "Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas": 42,7% concordaram totalmente com a afirmação, 22,4% parcialmente; e 24% discordaram totalmente e 8,4% parcialmente.

Ano começa com ritmo de atividade superior ao esperado

Em meio ao noticiário predominantemente negativo, há pelo menos uma boa surpresa no início deste ano: os indicadores de atividade já conhecidos para janeiro e fevereiro superaram expectativas, ainda que o retrato seja de uma economia com crescimento modesto. O aumento da renda foi mais forte do que em igual período do ano passado, a criação de empregos formais superou em 77% o primeiro bimestre de 2013 e os indicadores já conhecidos apontam para alta da produção industrial em fevereiro, após o avanço de 2,9% entre dezembro e janeiro, na série com ajuste sazonal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...