Um feliz Natal para você

Um feliz Natal para você

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

SEAAC garante aumento maior que a inflação em três novos acordos

O SEAAC de Americana e Região fechou mais três Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs), conforme informou hoje a presidenta da entidade, Helena Ribeiro da Silva. Os Acordos foram fechados com empresas de Limeira e Piracicaba, cidades onde o SEAAC tem sub sedes.

O SEAAC tem trabalhado intensamente no fechamento de Acordos Coletivos. Trata-se de uma modalidade de negociação em que é possível estabelecer cláusulas mais específicas, já que é negociado entre o Sindicato e a própria empresa. Nos três novos Acordos fechados o reajuste salarial foi superior a inflação do período.

Abaixo as principais cláusulas negociadas nos três Acordos Coletivos de Trabalho. A data base é 1º de agosto:

Thiago Guizzo Villa Rios (Limeira-SP)
- Pisos salariais: Office-boy, recepcionista, faxineira, porteiro e atendente de negócios, R$ 1.270,00; demais funções, R$ 1.355,00
- Correção salarial: 4,5% retroativo a 1º de agosto
- Adicional de permanência: R$ 61,00 mensais por triênio completado na empresa
- Auxílio-refeição: R$ 20,00 por tíquete em quantidade idêntica ao número de dias trabalhados no mês
- Reembolso creche: R$ 332,00 por filho até 1 ano, após retorno da mãe da licença maternidade
- Gratificação por aposentadoria: Empregado com no mínimo 8 anos na empresa receberá por ocasião da aposentadoria, 150% do seu último salário
- Homologações: Obrigatoriamente na sede ou sub sedes do Sindicato.
- Dia do Profissional EAA: Em homenagem ao dia do Profissional EAA (Empregado de Agentes Autônomos do Setor de Serviços), comemorado dia 30 de outubro, será concedido indenização de 1/30 (um trinta avos) da sua remuneração.
- Diferenças salariais: As diferenças salariais e de benefícios retroagindo a 1º de agosto serão pagas até o último dia útil de novembro.

JCM Telecom Eireli (Piracicaba-SP)
- Pisos salariais: Office-boy, recepcionista, faxineira, porteiro e atendente de negócios, R$ 1.265,00; demais funções, R$ 1.350,00
- Correção salarial: 4,0% retroativo a 1% de agosto
- Adicional de permanência: R$ 60,50 mensais por triênio na empresa
- Auxílio-refeição: R$ 20,00 por tíquete em número idêntico aos dias trabalhados
- Reembolso creche: R$ 323,00 por filho até os 18 meses de idade, a contar do retorno da mãe do período da licença maternidade
- Homologações: Obrigatoriamente na sede ou sub sedes do Sindicato
- Gratificação por aposentadoria: Empregado com no mínimo 8 anos na empresa receberá por ocasião da aposentadoria, 150% do seu último salário.
- Diferenças salariais: As diferenças salariais e de benefícios relativas aos meses de agosto, setembro e outubro serão pagas até o 5º dia útil de novembro de 2018.

Escritório Contábil Santo Antonio S/C Ltda (Limeira-SP)
- Pisos salariais: Office-boy, recepcionista, faxineira, porteiro e atendente de negócios, R$ 1.265,00; demais funções, R$ 1.350,00
- Correção salarial: 4,0% retroativo a 1% de agosto
- Adicional de permanência: R$ 61,00 mensais por triênio completado na empresa
- Auxílio-refeição: R$ 20,00 por tíquete em número idêntico aos dias trabalhados
- Reembolso creche: R$ 332,00 por filho até 1 ano de idade, a contar do retorno da mãe do período da licença maternidade
- Homologações: Obrigatoriamente na sede ou sub sedes do SEAAC
- Gratificação por aposentadoria: Empregado com no mínimo 8 anos na empresa receberá por ocasião da aposentadoria, 150% do seu último salário.
- Diferenças salariais: As diferenças salariais e de benefícios retroagindo à data-base, 1º de agosto, serão pagas até o último dia útil de novembro de 2018.

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 5 de novembro de 2018)

Mulheres negras estão 50% mais vulneráveis ao desemprego

Fotos: Juliano Gomes
Fonte/Reuters
Mulheres negras estão 50% mais suscetíveis ao desemprego do que outros grupos, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgada nesta quarta-feira (31).

O estudo, que utiliza como base dados da Pnad Contínua, mostra que, a cada 1 ponto percentual a mais na taxa de desemprego de uma unidade federativa, a desocupação de mulheres negras daquela mesma unidade sofre, em média, um aumento de 1,5 ponto percentual.

Além disso, entre o segundo trimestre de 2014 e o primeiro trimestre de 2017, mulheres negras representaram a fatia com maior aumento absoluto na taxa de desemprego, uma variação de 8,8 pontos percentuais. O instituto distingue os dados entre homens brancos, homens negros, mulheres brancas e mulheres negras.

Segundo o Ipea, a taxa de desemprego entre mulheres negras é 80% superior àquela encontrada antes do início da recessão de 2015-2016.

Entre homens brancos, a variação no período foi de 4,6 pontos percentuais. Entre negros do sexo masculino, o desemprego cresceu 7 pontos percentuais no mesmo intervalo de tempo. A disparidade ocorre desde antes da queda do PIB em 2015-2016.

Centrais reforçam resistência unitária e farão atos em defesa da Previdência


Fonte: Agência Brasil
Sete Centrais Sindicais aprovaram proposta de intensificar a luta em defesa da Seguridade Social e contra os ataques à Previdência, que voltaram à pauta na conjuntura pós-eleitoral. A decisão foi adotada durante reunião quinta (1º), em São Paulo, no Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). 

A deliberação reforça posicionamento unitário anterior, explicitado principalmente na Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora, lançado em junho. O encontro das Centrais, o primeiro após as eleições, foi estimulado por recorrentes declarações de Jair Bolsonaro (PSL) e integrantes de sua equipe, no sentido de que o Congresso Nacional aprove ainda este ano o projeto reformista neoliberal apresentado por Michel Temer. Participaram CUT, Força Sindical, Nova Central, CTB, CSB, Intersindical e CSP-Conlutas. 

O encontro produziu documento sintético, com cinco pontos que orientam a resistência. Dia 12, as Centrais realizarão Seminário sobre Previdência, a fim de indicar os pontos que o movimento considera importante defender ante eventual retomada da reforma. Miguel - A Agência Sindical cobriu a reunião. Miguel Torres, presidente da Força Sindical, chamou atenção para a importância da união das direções e bases sindicais. “Só a unidade vai nos dar forças pra fazer frente a esse e a outros ataques do novo governo, que estão por vir”, afirma. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...