Um feliz Natal para você

Um feliz Natal para você

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

SEAAC Americana participa de seminário no final de semana

Helena elogia iniciativa da FEAAC - Presidente Lourival fará Conferência na abertura
O SEAAC de Americana e Região (diretoria e empregados) participa neste final de semana de seminário em Peruíbe, promovido pela Federação dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio do Estado de São Paulo (FEAAC). Além de Americana, estarão presentes delegações de Araçatuba, Araraquara, Campinas, Marília, Santo André, Santos, São José dos Campos, Sorocaba e Taubaté. O evento objetiva esclarecer e unificar ações das entidades, levando em consideração os impactos da Reforma Trabalhista no movimento sindical. 

O seminário começa no sábado às 8h30. A Conferência de Abertura será feita pelo presidente da FEAAC, Lourival Figueiredo Melo. Na sequência ocorrem três painéis coordenados pelos advogados Marcos Vinícius Poliszezuk e Fábio Lemos Zanão. Respectivamente, os painéis abordarão o “Negociado sobre o Legislado”, “Custeio Sindical” e “Rescisões Contratuais”. No final do dia, ocorrem os debates finais e encerramento do seminário. 

A Presidenta do SEAAC de Americana, Helena Ribeiro da Silva, avalia como importante a iniciativa da FEAAC, “realizando um evento que vai esclarecer dúvidas, debater controvérsias e unificar o discurso das entidades para o enfrentamento das mazelas produzidas pela reforma trabalhista”. 
Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 1º de fevereiro de 2018)

Centrais convocam Dia Nacional de Luta contra a reforma da Previdência

Fonte: Agência Brasil
As Centrais Sindicais aprovaram realizar uma Jornada Nacional de Luta contra a reforma da Previdência. O objetivo é enfrentar a ameaça de votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 287), que pode acabar com a aposentadoria de milhões de brasileiros.

Em reunião na manhã de ontem (31), em São Paulo, dirigentes da CUT, Força Sindical, CSB, CTB, Nova Central, UGT e Intersindical decidiram orientar sua bases sindicais a se empenharem na organização de um Dia Nacional de Luta, em 19 de fevereiro. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou a votação da reforma entre os dias 19 e 21.

Com a palavra de ordem “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”, as Centrais recomendam que Sindicatos, Federações e Confederações intensifiquem a mobilização em todo o País, com a realização de assembleias, plenárias regionais e estaduais, panfletagens, blitz nos aeroportos, pressão nas bases dos parlamentares e no Congresso Nacional. Os sindicalistas também repudiam a campanha enganosa veiculada na mídia pelo governo Michel Temer.

Encaminhamentos - Hoje (1º), em Brasília, haverá mobilização contra a reforma da Previdência. Será a partir das 14 horas, em frente ao Supremo Tribunal Federal. Na sexta (2), os dirigentes sindicais se encontram com os presidentes da Câmara e do Senado.

Se o sindicato representasse apenas os associados, ele não seria mais combativo?

Fonte: Diap/Cartilha Para que serve e o que faz o movimento sindical

Não.

A representação apenas dos associados é um retrocesso. Ninguém no movimento sindical defende essa ideia. Pelo contrário, há centrais que acham que representar a categoria profissional é pouco e defendem ir além com organização por ramo de atividade. Se representasse só os associados, a regra valeria para o sindicato de trabalhadores e também para o sindicato patronal, o que deixaria milhões de trabalhadores excluídos dos benefícios de um acordo ou
convenção coletiva de trabalho, por exemplo, se a empresa não fosse filiada ao sindicato patronal.

Portanto, se representasse somente os associados, as normas coletivas só poderiam beneficiar os filiados, deixando os não-sócios desamparados das garantias do acordo ou convenção coletiva.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...