.

.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Helena: "Sindicato tem que estar junto ao trabalhador"
O SEAAC de Americana e Região e a empresa Nelson A.O.Borzi Cobranças fecharam Acordo Coletivo de Trabalho com reajuste salarial de 4% para os empregados. Com isso, o piso salarial para jornada de tempo integral sobe para R$ 1.200,00 e para jornada até 6 horas diárias, R$ 1.000,00. Supervisores de cobrança terão piso de R$ 1.510,00 e gerentes de cobrança R$ 2.365,00.

O Acordo Coletivo também determina um adicional de permanência de R$ 60,00 mensais por triênio na empresa, auxílio-refeição de R$ 20,00 por dia trabalhado para jornadas superiores a 36 horas semanais e R$ 13,00 no caso de jornada igual ou inferior às 36 horas; reembolso creche de R$ 331,00 por filho até que complete 1 ano de idade e PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de R$ 315,00 a ser pago até o último dia útil de fevereiro.

Além destas cláusulas econômicas, o Acordo Coletivo traz diversas cláusulas sociais que beneficiam diretamente os trabalhadores, proporcionando garantias, estabilidades e complementos. Destaca-se também as cláusulas protetivas aos portadores de HIV e para pessoas que vivem em união homo afetiva.  “Nosso papel, como Sindicato, é pensar no trabalhador como um ser que precisa ser atendido tanto econômica como socialmente. É isto que fazemos à frente do SEAAC”, comentou a presidenta Helena Ribeiro da Silva.

Luciano Domiciano (assessoria de imprensa, 20 de fevereiro de 2019)

Integra a remuneração?

Conselho Superior da Justiça do trabalho

Quem trabalha deve receber a remuneração referente à atividade realizada. As particularidades relacionadas ao tema estão previstas em lei. A CLT tem um artigo específico sobre remuneração, é o 457.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...