.

.

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Reconstrução da mama...

CNJ - Conselho Nacional de Justiça

A mutilação mamária é sempre um trauma para as mulheres. Para reduzir as consequências, a cirurgia plástica reconstrutiva é coberta pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com a Lei 9.797/1999 (http://bit.ly/ReconstrucaoEDireito), portanto não é considerado um procedimento estético. E, caso as condições para a reconstruções sejam possíveis, o procedimento pode ser feito na mesma cirurgia em que a mastectomia foi realizada. Isso foi garantido pela Lei 12.802/2013. No entanto, nem sempre é possível que o procedimento ocorra junto à mastectomia. O momento ideal para a reconstrução deve ser avaliado junto ao médico e depende do tipo de câncer e estágio e também das características pessoais de cada paciente. 


quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Pesquisa mostra cargos em alta e média salarial em oito áreas em 2020

Fonte: G1
Levantamento da Robert Half, empresa de recrutamento que seleciona profissionais especializados para cargos de média e alta gerência, traz os cargos e salários das oito áreas de atuação da empresa: engenharia, finanças e contabilidade, jurídico, mercado financeiro, recursos humanos, seguros, tecnologia e vendas e marketing. 

Segundo a Robert Half, 2020 trará boas oportunidades para profissionais que valorizam o planejamento, seja na carreira, na estruturação da equipe ou nos negócios. No entanto, serão raros os grandes saltos salariais, já que 2020 será um ano de retomada lenta, porém, contínua da economia. 

“Para serem valorizados, os profissionais devem seguir investindo em suas habilidades técnicas, mas é essencial desenvolver também suas habilidades comportamentais, ou soft skills. Além disso, independentemente da área de atuação, manter-se atualizado quanto às tendências em tecnologia será primordial para conseguir incremento no salário”, aponta Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half no Brasil.

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Governo vai avaliar nova proposta de capitalização alterando a Constituição

Fonte: Folha de S.Paulo
O Ministério da Economia aguarda a conclusão da tramitação da reforma da Previdência no Congresso para avaliar a possibilidade de persistir no debate sobre a criação do regime de capitalização (em que cada trabalhador contribui para a própria aposentadoria).

A autorização para o lançamento do novo sistema estava na reforma da Previdência, mas foi retirada do texto pelo Congresso. Agora, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho pode retomar o debate após a promulgação do texto.

“A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho esclarece que vai avaliar, após a promulgação da PEC 6/2019 [proposta de emenda à Constituição que trata da reforma da Previdência], sobre a conveniência de retomar o debate da criação de um sistema de capitalização no Regime Geral de Previdência Social (RGPS), sob a orientação do Ministério da Economia”, afirma a nota.

O texto também informa que a eventual proposta seria feita de forma a alterar a Constituição. “Não está em estudo eventual encaminhamento de nova proposta pelo governo por projeto de lei complementar ou outra forma fora da Constituição”, diz o texto.

A nota foi divulgada após entrevista do secretário de Previdência, Leonardo Rolim, à Folha. Ele afirmou que, tecnicamente, seria possível criar um sistema de capitalização sem alterar a Constituição. “Olhando do ponto de vista técnico, jurídico, é viável implementar um sistema de capitalização sem precisar de uma PEC”, disse.

Quando perguntado se o governo iria apresentar nova proposta para a criação do novo regime até o fim deste ano, ele afirmou que o ministro Paulo Guedes (Economia) é quem definiria. “O ministro é quem define. Eu acho importante e eu imagino como algo que, pelo menos, para o futuro é um dos instrumentos para enfrentar o desafio do envelhecimento”, disse.

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Grupo de Estudos do governo insiste em reforma da estrutura sindical

Fonte: Ag Sindical
O Grupo de Altos de Estudos do Trabalho (Gaet), criado pelo governo, deixou claro ontem na reunião com as Centrais, na UGT, em SP, que seu foco é a reforma sindical. No dia seguinte (18), o encontro foi na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Fiesp, de orientação governamental. 

O sindicalismo levou ao encontro a Agenda da Classe Trabalhadora, documento finalizado pelo Dieese em 2018 e atualizado agora. O encontro na UGT, a pedido do Gaet, teve presença da CUT, CTB, CSB, Força, Nova Central e UGT, além do Dieese e Diap. O eixo estratégico da Agenda é a retomada do crescimento econômico, com mais emprego e renda. O movimento alerta para a necessidade de políticas públicas de combate ao desemprego e ao subemprego, que cresce no País.

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Glovis e Bioagri garante vaga na semifinal


Glovis e Bioagri, ambas de Piracicaba, se juntam  a HAB (Sumaré) e Crespo e Caires (Hortolândia) na semifinal do 11º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Americana e Região. As duas equipes venceram seus jogos na rodada de ontem (domingo, 20) e garantiram classificação para a fase decisiva, que tem rodada marcada para o próximo domingo, no Ginásio de Esportes do São Jorge, em Nova Odessa.

Na primeira partida da rodada classificatória a Bioagri garantiu lugar na semifinal ao vencer a HDA (Sumaré) por 8 a 4, tendo Victor como destaque do jogo ao marcar 4 gols. Natan (3) e Gabriel fecharam o placar. Pela HDA, Reginaldo (2), Ewelton e Alexandre marcaram. Na segunda partida, a Glovis não deu chances para a Logística Sumaré e venceu por 5 a 1, com gols de Alisson (2), Luiz Gustavo, Roger e Fábio.  Pela Logística, Fabinho descontou.

SEMIFINAL
A semifinal no próximo domingo, dia 27, terá pela frente às 9 horas HAB x Glovis e às 10 horas Crespo e Caires x Bioagri. A Diretora de Administração e Finanças  do SEAAC, Gislaine Sacilotto da Silva,  elogiou a qualidade técnica das equipes e a disciplina em quadra. “Em toda a fase classificatória tivemos partidas muito disputadas, mas com lealdade. Tanto que o Torneio não registra nenhuma expulsão até agora. Este é o nosso propósito, proporcionar aos trabalhadores associados oportunidade da prática esportiva com interação social”.

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 21 de outubro de 2019)

Mais proteção para a mulher!

Fonte: CNJ
O cerco para os agressores em casos de violência doméstica está se fechando. A partir de agora, a Lei 13.880/2019 prevê a apreensão imediata das armas de agressores de mulheres que tenham registro de posse ou porte de arma (http://bit.ly/AlteracaoPenha). Além disso, a mulher em situação de violência doméstica e familiar tem prioridade para matricular seus dependentes em instituição de educação básica mais próxima de seu domicílio, ou transferi-los para essa instituição, mediante a apresentação dos documentos comprobatórios do registro da ocorrência policial ou do processo de violência doméstica e familiar em curso de forma sigilosa. 

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Concentração de renda aumenta

Fonte: G1
O Brasil, que já é um dos 15 países mais desiguais do mundo, conseguiu ver a concentração de renda aumentar fortemente no ano passado, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra Domicílios Contínua (Pnadc), que trata de todas as fontes de rendimento, divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE. Por qualquer medida que se use, os mais ricos no país concentraram renda, enquanto os mais pobres sofreram com queda na renda e nas condições de vida.

A renda média do 1% dos trabalhadores mais ricos subiu de R$ 25.593 para R$ 27.744, alta de 8,4%. Já entre os 5% mais pobres, o rendimento do trabalho caiu 3,2%. Nesse grupo, o ganho mensal baixou de R$ 158 para R$ 153. 

Com isso, o Índice de Gini, que mede a concentração de renda e, quanto mais perto de 1, pior, subiu de 0,538 para 0,545, considerando todas as rendas das famílias - trabalho, aposentadorias, pensões, aluguéis, Bolsa Família e outros benefícios sociais. É o maior Gini desde 2012.

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Aposentadoria do INSS é maior para quem pedir até novembro

Fonte: Agora SP
O fator previdenciário será atualizado em 1º de dezembro e deverá reduzir os novos benefícios Para esses trabalhadores, a atualização anual do índice —prevista para 1º de dezembro— causará impacto negativo na renda. Para trabalhadores que se aposentarem por tempo de contribuição pelo período mínimo de recolhimentos —30 anos, para a mulher, e 35 anos, para o homem—, o novo fator deverá reduzir a renda mensal em 0,54%, na comparação com benefícios concedidos pelo índice atual.

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Voucher para habitação social está em discussão no governo


Técnicos do governo querem revolucionar o sistema de habitação social no Brasil com a adoção de um modelo de “voucher”. A ideia é disponibilizar um valor em reais para que as famílias do programa Minha Casa, Minha Vida tomem a decisão sobre qual moradia vão adquirir, em vez de terem uma unidade habitacional designada pelo poder público, segundo apurou o Valor. 

O Brasil já trabalha com esse modelo que dá poder de escolha aos beneficiários em outros programas sociais, como por exemplo no Bolsa Família. Esse modelo é defendido por teóricos liberais porque seria mais eficiente, ao privilegiar mecanismos de demanda privada, que também mobilizam a oferta privada, em contraposição ao planejamento centralizado do governo público. 

Fontes disseram que o voucher, em princípio, faria mais sentido para as famílias da faixa 1 do programa Minha Casa, Minha Vida, que é mantido com subsídios dentro do Orçamento Geral da União. 

Mas as discussões também envolvem uma possível ampliação dessa opção para outras faixas do programa, que utilizam recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Segundo um interlocutor que participa das discussões e que preferiu não ser identificado, há técnicos do governo que preferem adotar o voucher “para tudo” no Minha Casa, Minha Vida. Essa ideia enfrenta resistência em setores do governo, por considerar o sistema “incontrolável”.

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Carteira de trabalho digital: saiba como funciona

Fonte: G1
O governo anunciou as regras para a emissão da carteira de trabalho digital. Esse documento substitui a carteira de papel. Entretanto, é recomendado que o trabalhador guarde o documento físico para comprovação dos vínculos empregatícios. 

Os trabalhadores podem habilitar o documento pela internet, e, para as empresas que usam o eSocial, o registro de informações passa a ser feito digitalmente. No eSocial, as informações relativas aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio e informações sobre o FGTS são comunicadas ao governo de forma unificada. 

No entanto, os trabalhadores poderão se deparar com dados incorretos na carteira de trabalho digital. De acordo com a Secretaria Especial de Trabalho, é importante que, assim que forem identificadas, as divergências sejam corrigidas pelo trabalhador. Para isso, ele terá que usar os dados que estão na carteira de trabalho de papel.

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

HAB e Crespo e Caires garantem vaga na semifinal

Artilheiro faz dois e HAB vence HDA
Duas partidas muito disputadas marcaram a segunda rodada do 11º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Americana e Região, domingo pela manhã no Ginásio de Esportes do Jardim São Jorge, em Nova Odessa.  Com os resultados, Crespo e Caires (Hortolândia) e  HAB (Sumaré) garantiram classificação para a semifinal e esperam os adversários que serão definidos na rodada do próximo domingo. 

Num jogo equilibrado a Crespo e Caires garantiu vaga para a semifinal ao vencer a Logística Sumaré por 3 a 1, com gols de Flagner (2) e Rodrigo, enquanto Luiz Jorge descontou para a Logística. Na segunda partida, a HAB venceu a HDA (Sumaré) por 5 a 1 com dois gols do artilheiro da competição Maicon. Daniel, Renato e Willian também marcaram para a HAB, enquanto Lucas descontou para a HDA. 

A próxima rodada no domingo, dia 20, colocará frente a frente às 9 horas HDA x Bioagri (Piracicaba) e às 10 horas Logística Sumaré x Glovis (Piracicaba). Todas as equipes tem chances de classificação, garantindo a passagem para a semifinal. 

Artilharia do Torneio Maicon (HAB) 8 gols; Renan Leandro (HAB), Jefferson Rodrigues (HAB) e Willian (HAB) e Bruno (Crespo e Caires) 3 gols; Flagner (Crespo e Caires) e Victor (Bioagri) 2 gols.   

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa 14 de outubro de 2019) 

Independente do tipo de aviso prévio!

Fonte: Direito do Empregado

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Assédio não é normal!


O assédio moral é configurando por atitudes que violam a ética nas relações de trabalho. Praticada por um ou mais chefes contra seus subordinados, traz graves consequências para o trabalhador e a empresa. 

Cartilha do Tribunal Superior do Trabalho - TST Pare e Repare – Por um ambiente de trabalho mais positivo aborda o tema do Assédio Moral e traz uma lista das situações que o caracterizam. 

Fique atento aos seus direitos e não deixe isso passar em branco!

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Mulheres vítimas de violência têm prioridade na matrícula dos filhos

Fonte: Ag Brasil
Filhos de mulheres vítimas de violência já podem ser matriculados em escolas de educação básica perto de sua residência. O Diário Oficial da União, edição desta quarta-feira (9), publica a Lei nº 13.882, de 8 de outubro deste ano, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nessa terça-feira, que altera a Lei Maria da Penha, para garantir a matrícula, independentemente da existência de vaga. 

“A mulher em situação de violência doméstica e familiar tem prioridade para matricular seus dependentes em instituição de educação básica mais próxima de seu domicílio, ou transferi-los para essa instituição, mediante a apresentação dos documentos comprobatórios do registro da ocorrência policial ou do processo de violência doméstica e familiar em curso”, diz o texto da lei. 

A nova redação dez ressalta também que serão sigilosos os dados da vítima e de seus dependentes matriculados ou transferidos e o acesso a essas informações será reservado ao juiz, ao Ministério Público e aos órgãos competentes do poder público. 

Segundo o projeto Relógios da Violência do Instituto Maria da Penha (IMP), a cada 7,2 segundos uma mulher sofre agressão física no Brasil.

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

80% das pessoas já viram discriminação no trabalho, mas só 1 em cada 3 relatou à empresa

Fonte: G1
Uma pesquisa feita com mais de 18 mil pessoas revela que, se presenciar situações de discriminação não é algo incomum no ambiente de trabalho, o mesmo não se pode dizer em relação a relatar esse tipo de caso à empresa. Segundo o levantamento, a proporção de pessoas que dizem já ter visto ou vivenciado discriminação no trabalho é de 80%. Ao mesmo tempo, 1 em cada 3 pessoas dizem se sentir encorajados a levar o assunto ao departamento de Recursos Humanos (RH).

O levantamento foi feito pela Kantar com trabalhadores de 24 setores diferentes em 14 países – incluindo o Brasil. Entre os entrevistados, 25% responderam que se sentiram assediados ou intimidados no ambiente de trabalho nos últimos 12 meses, mas a maioria (67%) aponta que não se sente confortável para reportar comportamentos negativos para a liderança ou aos gestores de RH.

Negros na liderança: debates sobre desigualdade racial crescem, mas falta de referências ainda é barreira para profissionais 
O estudo também apresenta os dados divididos por gênero, orientação sexual e etnia. Entre as mulheres, 27% apontam que foram induzidas a sentir que não pertenciam ao seu local de trabalho. Já a proporção das que acreditam que ganham menos que colegas homens em posições semelhantes é de 20%.

Entre os trabalhadores LGBTQ+ ouvidos pela pesquisa, 24% dizem ter sofrido bullying no trabalho no ano passado. Além disso, 36% acreditam ter enfrentado obstáculos em termos de ascensão profissional devido à sua orientação sexual. A pesquisa mostra ainda que as pessoas LGBTQ+ ocupam apenas 2% das posições dentro do conselho de administração das empresas, contra 9% da força de trabalho global estimada.

Mulheres na Liderança: as barreiras que ainda prejudicam a ascensão feminina no mercado de trabalho
Já na divisão por etnia, os dados mostram que 11% que se identificam como minoria acreditam que são tratados de forma muito diferente no trabalho por causa de sua etnia. Já 13% se sentem excluídos e 28% se sentem ansiosos com frequência.

No Brasil

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Mais ricos recebem da Previdência seis vezes mais do que mais pobres

A renda média das famílias mais ricas com aposentadorias e pensões do INSS supera em mais de seis vezes o valor recebido pelas famílias que ganham até dois salários mínimos. Os dados são da POF (Pesquisa de Orçamento Familiar), divulgada nesta sexta (4) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com a pesquisa, as famílias na classe de menor renda recebem, em média, R$ 197,32 por mês em aposentadorias e pensões do INSS. Já aquelas com rendimento superior a R$ 23.850 recebem uma média de R$ 1.238,78. O valor recebido pelos mais ricos é 6,3 vezes maior. No fim da década passada, segundo a última POF realizada, os mais ricos recebiam, em média, 10,7 vezes mais do INSS do que os mais pobres. As aposentadorias do INSS representam 10,7% da renda média das famílias brasileiras, que é de R$ 5.426,70, segundo o IBGE.

Para as famílias que ganham até dois salários mínimos, o peso é maior, de 15,8%. Já para a classe de maiores rendimentos, embora o valor absoluto seja maior, representa apenas 3,1% do rendimento médio.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Chuva de gols na primeira rodada do Torneio do SEAAC

Diretoras do SEAAC e familiares acompanham o Torneio

A primeira rodada do 11º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Americana e Região começou neste domingo, dia 6, com uma goleada e um jogo muito equilibrado nas duas partidas que foram realizadas no Ginásio de Esportes do Jardim São Jorge, em Nova Odessa.

Abrindo o Torneio, a HAB (Sumaré) enfrentou a Bioagri (Piracicaba) e aplicou uma goleada: 14 a 4. A chuva de gols teve como destaque o jogador Maicon, da HAB, que balançou as redes adversárias seis vezes, disparando na artilharia do campeonato.

No segundo jogo, muito equilíbrio. A Crespo e Caires (Hortolândia) abriu 2 a zero no placar no confronto contra a Glovis (Piracicaba) que diminuiu e apertou em busca do empate. Mas no fim, Bruno marcou o seu terceiro gol e selou a vitória da equipe de Hortolândia.

A diretoria do SEAAC acompanhou os jogos e enalteceu a competitividade e lealdade das equipes em quadra. “O torneio é uma forma de interação entre os nossos associados. Sempre alertamos sobre as importância da disputa ser leal, pois na segunda-feira todos temos de voltar ao trabalho”, destacou o diretor José Carlos Bispo de Souza Júnior.

Próxima rodada
A próxima rodada acontece domingo, dia 13, com os seguintes jogos: 9 horas, Crespo e Caires x Logística Sumaré. 10 horas: HAB x HDA.

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 07 de outubro de 2019)

Senado mantém abono para quem ganha até 2 salários mínimos

Fonte: Estadão 
Em meio às pressões de senadores por uma divisão de recursos do megaleilão de petróleo do pré-sal que favoreça os Estados, o Senado impôs uma derrota à equipe econômica e retirou todas as mudanças que seriam feitas nas regras do abono salarial. A alteração retirou R$ 76,4 bilhões da economia esperada em dez anos com a reforma. 

A proposta aprovada na Câmara dos Deputados restringia o pagamento do benefício, no valor de um salário mínimo (R$ 998), a quem recebe até R$ 1.364,43 por mês. Com a derrota no Senado, ficam valendo as regras atuais, que garantem o repasse a quem ganha até dois salários mínimos. 

A votação em separado desse dispositivo foi solicitada pela bancada do Cidadania. O governo precisava garantir 49 votos favoráveis ao trecho, mas só teve 42 apoiadores. Pela derrubada da alteração, foram 30 senadores.

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Urgência X Emergência

Emergência e urgência médica são dois conceitos comumente confundidos. Apesar de, muitas vezes, serem usados como sinônimos, não são. Um exemplo de urgência médica é uma fratura de perna que exige assistência imediata; enquanto um exemplo de emergência é uma pessoa com infarto agudo do miocárdio que corre risco de vida e necessita de tratamento imediato. No Judiciário, esses conceitos são extremamente relevantes quando um juiz é chamado a decidir sobre as obrigações de hospitais públicos ou operadoras de saúde em relação a uma vida que corre risco. Mas é importante lembrar que tanto a urgência, quanto a emergência exigem dos profissionais da saúde prioridade absoluta no cuidado com os pacientes, sob risco de configurar omissão de socorro.

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

SEAAC e Logística Sumaré fecham acordo

Helena destacou reajuste acima da inflação

O SEAAC de Americana e Região fechou o Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020 com a Logística Sumaré Ltda, que opera no interior da Honda Automóveis. A categoria que tem data-base em 1º de agosto terá reajuste salarial de 3,5% retroativo, elevando o piso salarial para R$ 1.400,00. Os empregados na função de operadores de empilhadeira recebem um adicional de 40% sobre o valor do piso.

Também compõe o Acordo Coletivo o reembolso creche de R$ 398,42 para cada filho até que complete três anos de idade; adicional por triênio na empresa de R$ 78,75 mensal e um prêmio para empregados na função de operador de logística e que trabalham com equipamentos rebocadores. Neste caso, receberão um adicional mensal de R$ 120,45.

A presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva, avaliou como positiva a negociação com a Logística Sumaré. “Mantivemos o Acordo na íntegra, inclusive com a cesta básica que conquistamos no ano passado e repusemos as cláusulas econômicas com um reajuste levemente superior a inflação do período, que fechou em 3,16%”.

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 03 de outubro de 2019)

Idosos são única faixa etária que mostra crescimento em consumo no Brasil


Fonte: Guia da Farmácia c/info Kantar
Instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), a data de 1º de outubro marca o Dia Internacional do Idoso, faixa etária que vem crescendo em quantidade e também oportunidade de mercado no Brasil. Entre julho de 2017 e 2019, o país ganhou 1,2 milhão de novos lares com mais de 65 anos, segundo a multinacional de painéis de consumo Kantar. 

Do total de 9,4 milhões de lares maduros brasileiros, 64% têm entre uma e duas pessoas. Além disso, 86% não têm crianças de até 12 anos e 38% têm carro. Além de menores, estas famílias têm uma renda média domiciliar mensal 9% maior do que o restante da população. Neste cenário, os novos sêniores são um mercado com grande potencial de crescimento no futuro próximo.

Saiba mais

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Trabalhadores costuram proposta de reforma sindical


Fonte: Mundo Sindical
A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, comandada pelo ex-deputado federal Rogério Marinho, já prepara propostas de reforma sindical e de nova reforma trabalhista. Incluiriam todas as mudanças que ficaram para trás na reforma trabalhista de 2017 (Lei 13.467/17), na Medida Provisória 873 (que caducou sem ser apreciada) e na MP 881 (a da Liberdade Econômica), que tentou impor uma nova reforma trabalhista.

Um Grupo de Altos Estudos do Trabalho (Gaet) foi instalado em 30 de agosto, com a participação de ministros, desembargadores e juízes. Será dividido em quatro grupos temáticos, coordenados pelo ministro do TST Ives Gandra Martins da Silva Filho. A ideia é “modernizar” ainda mais as relações trabalhistas e dar segurança jurídica às mudanças. A expectativa é que a proposta inclua o fim da unicidade sindical. A “O Estado de S.Paulo”, o ministério confidenciou que ela vai atualizar o segmento à “realidade do século 21”.

Sem esperar o que o Gaet vai propor para os sindicatos, um grupo de especialistas ligado à defesa dos interesses dos trabalhadores e do sindicalismo está costurando a apresentação de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) alternativa. É uma mudança de dentro para fora, ou seja, nascida dentro do próprio movimento sindical.

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Torneio de Futsal começa domingo!

Torneio sempre tem disputa acirrada!
Com seis equipes começa neste domingo (dia 6), no Ginásio de Esportes do Jardim São Jorge, em Nova Odessa, o 11º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Americana e Região. O evento é destinado aos associados do Sindicato que formam as equipes nas empresas em que trabalham. Após sorteio realizado na sede do SEAAC os times foram divididos em dois grupos. No “A” estão Bioagri (Piracicaba), HAB (Sumaré) e HDA (Sumaré). No “B” ficaram Glovis (Piracicaba), Crespo e Caires (Hortolândia) e Logística Sumaré (Sumaré).

As equipes jogarão dentro do próprio grupo, classificando para a semifinal os dois primeiros colocados. A primeira rodada, domingo, terá os seguintes jogos:  9 horas, Bioagri x HAB. 10 horas, Glovis x Crespo e Caires.  A arbitragem ficará a cargo da Liga Novaodessense de Futebol, que apitou as três edições do torneio, realizadas em Nova Odessa.

A presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva, avalia que o torneio é um evento esportivo que agrega disputa de bom nível técnico e importante interação social entre as equipes. “É muito bom vermos as famílias na quadra torcendo pelos seus atletas, numa disputa acirrada, mas respeitosa”. A presidenta também destacou que a Prefeitura de Nova Odessa, através da Secretaria de Esportes, tem sido muito gentil na cessão do Ginásio de Esportes, “que tem uma infra estrutura invejável e agrada torcedores e atletas”.

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 1º de outubro de 2019)

Contribuição sindical não obrigatória cresce 19% no 1º semestre deste ano, diz Fipe

Fonte: Folha de SP
O valor da contribuição negocial de sindicatos (aquela que não é obrigatória) teve um aumento de 19% na comparação entre o primeiro semestre deste ano e de 2018, segundo dados levantados pelo Salariômetro da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), divulgado nesta sexta-feira (27).
  
O montante, que é utilizado para bancar o serviço de negociação que o sindicato presta aos trabalhadores, teve sua mediana em R$ 71,40 nos seis primeiros meses deste ano. No mesmo período de 2018, o valor era de R$ 60.

Quanto às negociações, o salariômetro relativo ao mês de agosto deu continuidade ao movimento de ganho salarial que já tinha ocorrido em julho. Acordos e convenções concluídos no oitavo mês do ano tiveram aumento real de 0,3%. Esse aumento é resultado da diferença entre o reajuste nominal (que não considera a inflação) e o INPC –índice de preços que orienta os salários.

Saiba mais
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...