Um feliz Natal para você

Um feliz Natal para você

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Seminário FEAAC unifica atuação dos SEAACs para enfrentar a Reforma Trabalhhista



Foi um sucesso o Seminário “3 Meses da Reforma Trabalhista: Análises, Diretrizes e Planos de Atuação”, promovido pela Federação dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio do Estado de São Paulo (FEAAC), em Peruíbe, no final de semana. O SEAAC de Americana e Região esteve presente com a diretoria e empregados. Além de Americana, estiveram no evento as delegações de Araçatuba, Araraquara, Campinas, Marília, Santo André, Santos, São José dos Campos, Sorocaba e Taubaté. 

Com o objetivo de esclarecer e unificar ações das entidades, levando em consideração os impactos da Reforma Trabalhista no movimento sindical, o Seminário foi encerrado com elogios dos participantes. A presidenta do SEAAC de Americana, Helena Ribeiro da Silva, avaliou como “importante as entidades debaterem questões que estão ocorrendo no dia-a-dia e buscar uma diretriz de atuação que mostre força e resistência ao que não chamo de ‘reforma’ mas de ‘tentativa de desmanche’ trabalhista. E digo ‘tentativa’ porque não vão conseguir acabar com o movimento sindical comprometido com os trabalhadores”. 

O seminário teve início no sábado às 8h30. A Conferência de Abertura foi feita pelo presidente da FEAAC, Lourival Figueiredo Melo. Ele enfatizou a importância dos dirigentes e empregados das entidades estarem bem informados para atender e esclarecer dúvidas dos trabalhadores e “desmistificar o que a grande imprensa teima em fazer ser verdade”. “A Reforma foi patrocinada pelos grandes grupos econômicos, avançando e desrespeitando a Constituição Federal. Precisamos atuar juridicamente para combater este desmando. E ao mesmo tempo orientar, esclarecer e chamar o trabalhador para o nosso lado”. 

Painéis 

Assembleia aprova pauta de Comissários e Consignatários


Em assembleia sexta-feira (dia 2/fev), em sua sede, o SEAAC de Americana e Região  aprovou a pauta de reivindicações para renovação da Convenção Coletiva 2018/2019 de Comissários e Consignatários. A data-base da categoria é 1º de maio. Compõem Comissários e Consignatários empregados em locadoras de bens móveis, casas lotéricas, lan house e cybers café.  

Entre as reivindicações que compõem a pauta constam piso salarial único de R$ 1.200,00; reajuste de 5%; adicional de 2,5%   a título de quebra de caixa; PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de R$ 315,00; adicional de tempo de serviço (triênio) de 4%; ticket-refeição de R$ 18,60 em número de 22 unidades/mês ou vale-alimentação mensal de R$ 409,20; seguro de vida de R$ 35.280,00 e reembolso creche de 20% do piso por 12 meses, por filho, a partir do término da licença maternidade. 

A Presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva, disse que a pauta apresentada aos trabalhadores e que será levada para a negociação procura ser abrangente, trazendo reivindicações de caráter social e econômico. “Temos na nossa Convenção Coletiva conquistas históricas que nos preocupamos em manter e aperfeiçoar”, avaliou.  
Luciano Domiciano-assessoria de imprensa (05 de fevereiro de 2018)

Informalidade se consolidada no Brasil

Fonte: Dieese
Foram 12,3 milhões de pessoas desempregadas no trimestre encerrado em dez de 2017 . A desocupação recua, mas com informalidade superando os contratos formais de trabalho  

Para Altair Garcia, técnico da subsede do Dieese na Força, a informalidade se consolida no Brasil. As contratações atípicas (sem carteira e por contra própria) predominam: 34,3 milhões de informais contra 33,3 milhões com carteira assinada. 

Mais informações:Clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...