.

.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Chuva de gols na primeira rodada do Torneio do SEAAC

Diretoras do SEAAC e familiares acompanham o Torneio

A primeira rodada do 11º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Americana e Região começou neste domingo, dia 6, com uma goleada e um jogo muito equilibrado nas duas partidas que foram realizadas no Ginásio de Esportes do Jardim São Jorge, em Nova Odessa.

Abrindo o Torneio, a HAB (Sumaré) enfrentou a Bioagri (Piracicaba) e aplicou uma goleada: 14 a 4. A chuva de gols teve como destaque o jogador Maicon, da HAB, que balançou as redes adversárias seis vezes, disparando na artilharia do campeonato.

No segundo jogo, muito equilíbrio. A Crespo e Caires (Hortolândia) abriu 2 a zero no placar no confronto contra a Glovis (Piracicaba) que diminuiu e apertou em busca do empate. Mas no fim, Bruno marcou o seu terceiro gol e selou a vitória da equipe de Hortolândia.

A diretoria do SEAAC acompanhou os jogos e enalteceu a competitividade e lealdade das equipes em quadra. “O torneio é uma forma de interação entre os nossos associados. Sempre alertamos sobre as importância da disputa ser leal, pois na segunda-feira todos temos de voltar ao trabalho”, destacou o diretor José Carlos Bispo de Souza Júnior.

Próxima rodada
A próxima rodada acontece domingo, dia 13, com os seguintes jogos: 9 horas, Crespo e Caires x Logística Sumaré. 10 horas: HAB x HDA.

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 07 de outubro de 2019)

Senado mantém abono para quem ganha até 2 salários mínimos

Fonte: Estadão 
Em meio às pressões de senadores por uma divisão de recursos do megaleilão de petróleo do pré-sal que favoreça os Estados, o Senado impôs uma derrota à equipe econômica e retirou todas as mudanças que seriam feitas nas regras do abono salarial. A alteração retirou R$ 76,4 bilhões da economia esperada em dez anos com a reforma. 

A proposta aprovada na Câmara dos Deputados restringia o pagamento do benefício, no valor de um salário mínimo (R$ 998), a quem recebe até R$ 1.364,43 por mês. Com a derrota no Senado, ficam valendo as regras atuais, que garantem o repasse a quem ganha até dois salários mínimos. 

A votação em separado desse dispositivo foi solicitada pela bancada do Cidadania. O governo precisava garantir 49 votos favoráveis ao trecho, mas só teve 42 apoiadores. Pela derrubada da alteração, foram 30 senadores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...