.

.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Logística Sumaré diz que crise impede negociação do PPR... Será?

Informamos aos trabalhadores que o SEAAC já convocou a Logística Sumaré - LSL várias vezes para reunião sobre o Programa de Participação nos Resultados 2009/2010-PPR e esta sempre vem com a desculpa que a diretoria está fazendo estudos diante da crise para poder dar início às negociações.
.
Assim, no dia 23 de março, finalmente, a diretoria do SEAAC reuniu-se com o Sr. Carlos Roque Busnardo e Sr. Ricardo Yonamine, representantes da Logística Sumaré para tratar deste assunto, uma vez que até agora nenhuma proposta da empresa havia sido recebida pelo sindicato e, costumeiramente, o assunto era tratado no mês de dezembro. Um atraso e tanto! Por conta dessa demora uma comissão de trabalhadores já havia procurado o SEAAC para saber o motivo do atraso na discussão e escolha da comissão para tratar do assunto.
.
Fomos informados pelos representantes da LSL que em virtude da atual crise econômica, a empresa também está passando por alguns percalços e não tem previsão, valores ou parâmetros para assumir qualquer compromisso neste momento, nem tampouco fazer uma proposta de PPR.
.
Apesar da empresa ter se comprometido a tratar deste assunto tão logo haja uma melhora no cenário econômico, estranhamos o fato dela estar usando a crise como desculpa, uma vez que presta serviços exclusivamente a Honda e como é sabido por todos, a mesma recebeu incentivo do governo para que não sofresse qualquer redução em seu lucro com o corte do IPI, não havendo que se falar em corte de despesas com os trabalhadores da LSL.
.
Desse modo, não podemos ficar de braços cruzados esperando pela boa vontade da Logística para cumprir a sua parte e vamos adotar medidas mais drásticas para saber onde foi parar o resultado que a empresa vem obtendo, uma vez que até novos empregados têm sido contratados para que a prestação de serviços a Honda não seja prejudicada.
.
É lamentável que algumas empresas utilizem este tipo de expediente para não tratar da participação nos lucros. O SEAAC já está em estado de alerta e não permitirá que o assunto seja empurrado com a barriga. Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

Registro das Convenções Coletivas de Trabalho

Desde janeiro deste ano, todas as Convenções Coletivas de Trabalho, assinadas entre sindicatos de trabalhadores e entidades patronais, têm sido registradas eletronicamente por meio do Sistema Mediador, disponivel no site do Minsitério do Trabalho e Emprego -MTE. Até o final de 2008, era facultativa a opção por registro via papel ou internet. A Instrução Normativa n° 11, de 24 de março publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, reitera que tais procedimentos deverão ser efetuados somente por meio do Sistema Mediador, além de disciplinar os depósito, registro e arquivo de convenções e acordos coletivos de trabalho nos órgãos do MTE.
Fonte: MTE

Fator Previdenciário é desumano!

Trabalhadores e lideranças sindicais lotaram o plenário 4 das comissões permanentes da Câmara para colaborar com a discussão do Projeto de Lei (PL) 3.299/08, do senador Paulo Paim (PT/RS), que acaba com o famigerado Fator Previdenciário e restabelece as aposentadorias por tempo de contribuição do Regime Geral da Previdência Social tendo como base as 36 últimas contribuições. Em coro uníssono, movimento sindical pede fim da regra que penaliza os trabalhadores no momento da aposentadoria ao reduzir os benefícios.
Agência Diap
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...