Um feliz Natal para você

Um feliz Natal para você

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Dia Nacional do Livro

Fonte: Força Sindical Facebook

Adicionar o chefe no Facebook?

Confira algumas situações que podem ajudá-lo a decidir se deve ao não adicionar seu chefe no Facebook:

Quando você DEVE adicionar o seu chefe no Facebook  

1. Se você já tem um ótimo relacionamento com seu chefe É um equilíbrio difícil entre vida profissional e pessoal, mas ser amigo de seu chefe no Facebook realmente torna a relação mais fácil porque é uma oportunidade de se envolver com ele fora do trabalho. Os gerentes também querem trabalhar com pessoas que eles gostam, e neste caso adicioná-lo no facebook só vai estreitar as relações entre vocês.

2. Se você está tentando ser mais cuidadoso com as coisas que posta A ideia aqui é deixar você mais esperto sobre como usar o Facebook, uma vez que sabe que seu chefe tem acesso às coisas que você posta. Em muitos casos, adicionar o chefe pode ser uma maneira de amadurecer nas redes sociais, e parar de postar bobeiras. E a partir das postagens do seu superior, você também pode saber o que ele espera de outros profissionais e colegas de trabalho.

3. Se essa amizade ajuda você fazer o seu trabalho melhor Adicionar o seu chefe no Facebook faz com que a relação entre vocês fique mais próxima, uma vez que agora essa relação já deixou o âmbito profissional, e tornou-se mais pessoal. Essa é uma saída para compartilhar o trabalho desenvolvido em um ambiente colaborativo. Isso será capaz de aumentar a sua produtividade e engajamento no trabalho.

Quando você NÃO DEVE adicionar o seu chefe no Facebook

Fonte: Fecomerciários c/informações da Folha de São Paulo
Fazer lista do que falta na despensa de casa antes de ir às compras e elaborar um cardápio para a semana ajudam a combater o desperdício de comida e, consequentemente, de dinheiro. 

"Fizemos contas e vimos que uma família joga fora em torno de 30% do que gasta com alimentos", afirma Helio Mattar, do Akatu. 
Outra recomendação simples para evitar a perda de comida é colocar os produtos mais antigos na frente na despensa e congelar alimentos para consumi-los depois. 

Ainda na despensa de casa, uma alternativa mais em conta é recorrer a refis – há versões de amaciantes, achocolatados, filtros de café, entre outros – e embalagens retornáveis, como de refrigerantes. "O consumidor reduz a quantidade de plástico usada na produção de embalagens e economiza, pois os refis costumam ser mais baratos", afirma Jurandir Macedo, planejador financeiro. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...