Um feliz Natal para você

Um feliz Natal para você

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Americana vence Arapiraca no Dia do Desafio 2015


Fonte: Portal Prefeitura Americana
Mais de 40 mil americanenses se movimentaram e fizeram pelo menos 15 minutos de atividade física durante toda a quarta-feira, 27/05, participando ativamente da 21ª edição do Dia do Desafio. Com 42.897 participantes, Americana venceu a disputa contra a cidade alagoana de Arapiraca, que bateu a marca de 39.947 pessoas envolvidas no evento.

"Movimentamos toda a cidade, principalmente, os núcleos das diversas modalidades esportivas da Secretaria de Esportes, escolas municipais, estaduais e particulares, academias, empresas, policiais militares, guardas municipais, além do grande apoio da população. Só tenho que agradecer a todos que participaram deste importante evento", ressaltou o subsecretário da Juventude, Thiago Brochi, responsável pela organização do evento em Americana.

Criado em 1980, no Canadá, o Dia do Desafio é um campanha mundial de incentivo a prática de atividades físicas visa sensibilizar a população sobre a importância de se praticar esportes ou qualquer atividade que possa proporcionar aos munícipes uma vida saudável. 

Com o objetivo de tornar o evento ainda mais atrativo e mobilizar o maior número de pessoas, o Dia do Desafio conta com uma competição entre cidades. Cada praticante de atividade física registra sua participação que vale pontos para a sua cidade e também para a sua própria saúde.

Coordenado pelo Sesc (Serviço Social do Comércio), o Dia do Desafio de 2015 em Americana foi realizado pela Secretaria Municipal de Esportes, por meio da Unidade de Juventude.

Reforma Política em andamento no Congresso


Fonte: Agência Câmara
Fim da Reeleição
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) artigo da reforma política (PEC 182/07) que acaba com a reeleição nos cargos executivos (presidente da República, governadores e prefeitos). A medida foi aprovada com o apoio majoritário das bancadas: 452 votos a favor, 19 contra e 1 abstenção.

O texto aprovado é o do relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que prevê uma transição. O fim da reeleição não se aplicará aos governadores eleitos em 2014 e aos prefeitos eleitos em 2012, nem a quem os suceder ou substituir nos seis meses anteriores ao pleito subsequente, exceto se já tiverem exercido os mesmos cargos no período anterior.

Distritão Rejeitado
O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira o principal ponto da reforma política (PEC 182/07) proposto pelo deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ): o chamado “distritão”, modelo em que os deputados e vereadores seriam eleitos apenas de acordo com a quantidade de votos recebidos, no sistema majoritário. A Câmara manteve o modelo atual, com sistema proporcional, que leva em conta os votos recebidos individualmente pelos candidatos de um partido e os recebidos pela legenda. Esses votos são usados para um cálculo de quantas vagas cada partido consegue preencher.

Financiamento de Campanha
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, por 330 votos a 141 e 1 abstenção, o financiamento privado de campanhas com doações de pessoas físicas e jurídicas para os partidos políticos e com doações de pessoas físicas para candidatos.  Pela emenda, o sistema permanece misto – com dinheiro público do Fundo Partidário e do horário eleitoral gratuito – e privado, com doações de pessoas e empresas. 

Ao colocar na Constituição a permissão para doação de empresas a partidos, a intenção dos deputados é impedir que esse modelo de financiamento seja colocado na ilegalidade pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Desempregado terá de comprovar mais tempo de trabalho para pedir seguro-desemprego

Fonte: Agência Senado
As mudanças previstas no Projeto de Lei de Conversão 3/2015, decorrente da Medida Provisória 665/2014, afetam principalmente o seguro-desemprego. Criado pela Lei 7.998/1990, com intuito de oferecer assistência financeira temporária ao trabalhador que perdeu o emprego sem justa causa, o benefício é pago por um período máximo variável de três a cinco meses, de forma contínua ou alternada, por intervalo de tempo trabalhado. Seu valor é calculado a partir do salário médio recebido pelo trabalhador nos últimos três meses anteriores à dispensa, em três faixas salariais distintas.

As alterações aprovadas no Congresso obrigam o desempregado a comprovar mais tempo de trabalho para ter direito ao benefício. A lei anterior exigia apenas seis meses consecutivos empregados por pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada para se poder pedir o seguro-desemprego pela primeira vez. Agora, o seguro só poderá ser solicitado inicialmente após 12 meses de trabalho. Pela segunda vez, a partir de nove meses, e pela terceira vez, com seis meses de trabalho.


Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...