.

.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

SEAAC: Palestra sobre LGPD esgotou número de vagas

Diretor José Carlos participou da palestra on-line

O SEAAC de Americana e Região realizou no último dia 28 de janeiro a Palestra “Giro pela LGPD”, com o renomado professor Gilson Gonçalves. As 100 vagas gratuitas disponibilizadas para os trabalhadores das diversas categorias que o Sindicato representa foram preenchidas. On-line, através do aplicativo Zoom, o evento foi elogiado pelos participantes que puderam interagir e tirar dúvidas com o renomado professor Gilson Gonçalves. 

Na abertura da palestra a Diretora de Administração e Finanças, Gislaine Sacilotto da Silva, disse que o SEAAC retomava a importante missão de oferecer aperfeiçoamento profissional aos trabalhadores e estava satisfeita com a adesão rápida, preenchendo as 100 vagas disponíveis. O empregado do Setor Associativo do SEAAC, Rodolfo Cia, disse que o interesse pela palestra fez com que a diretoria iniciasse tratativas para realizar o Curso sobre LGPD, com conteúdo mais aprofundado.

O QUE É LGPD?
A LGPD é a sigla da Lei Geral de Proteção de Dados. Entrou em vigor em setembro de 2020 e objetiva promover a proteção dos dados pessoais de todo cidadão, estabelecendo novas regras no que diz respeito ao tratamento da privacidade e segurança das informações. Os artigos da LGPD sobre sanções administrativas para quem desrespeitar as regras ainda não estão valendo. Por força da Lei 14.010/20 as sanções entram em vigor a partir de 1º de agosto de 2021. As punições podem chegar até 2% do faturamento com limite de R$ 50 milhões! 

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 02 de fevereiro de 2021)

Teorias da conspiração avançam!

Conta de luz permanece com bandeira amarela em fevereiro

A bandeira tarifária das contas de luz permanecerá na cor amarela em fevereiro, informou nesta sexta-feira (29) a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com isso, o preço da energia fica em R$ 1,34 para cada 100 quilowatts consumidos por hora. O valor é o mesmo que havia sido estabelecido para janeiro. 

Segundo a agência, apesar de fevereiro ser um mês tipicamente mais chuvoso, os reservatórios das hidrelétricas seguem em recuperação lenta, o que demanda maior contenção do consumo.  

"A combinação de reservatórios baixos com a perspectiva de chuvas abaixo da média histórica sinaliza patamar desfavorável de produção de energia pelas hidrelétricas, pressionando os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF)", informou a Aneel.

O sistema de bandeiras é utilizado para gerir o valor cobrado aos consumidores a partir das condições de geração de energia. Quando o quadro piora, a bandeira pode ser alterada em uma escala que vai de verde (sem taxa extra) para amarela (taxa extra de R$ 1,34 por 100 Kw/h) e, no pior cenário, para a vermelha (R$ 6,2 por 100 Kw/h). 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...